domingo, 13 de setembro de 2009

Da química...




Afinal de contas o que é a bendita “química”?

Não, não estou falando da matéria. Mas sim daquela coisa meio inexplicável que acontece entre um casal.

Antes de se verem parece que o coração vai sair pela boca. Quando se olham, sentem um frio na barriga. Quando se tocam, tem aquela eletricidade que faz o corpo tremer, e o beijo... Ah... O beijo encaixa perfeitamente, e nada mais importa quando os lábios se encontram.

Dizem que é uma mera questão hormonal: dopamina, norepinefrina, vasopressina, oxitocina, etc etc etc... Mas será que é só isso?

Por que existem então aquelas pessoas com as quais a gente tem uma grande afinidade, um grande carinho, mas simplesmente, não rola. Não rola aquela emoção. Aquela coisa inexplicável e profundamente indefinível.

E não adianta insistir, porque quando não rola, não rola e acabou.

Pra mim é válida a equação: Amor = Química + Sentimento.

Porque a química, embora seja meio caminho andado, ainda não é amor. É a "coisa de pele". A combinação.

E o sentimento é que vai "dar a liga" pra que o amor aconteça.

Olhando assim parece fácil né? Receita de bolo. Um pouco disso, com um pouco daquilo e fica tudo lindo.

Na prática, a teoria é beeeeeeeem diferente.

Existirá realmente uma fórmula do amor?
E se existir será que algum dia vamos descobri-la?
E se descobrirmos será que não vai perder a graça? ;)

3 comentários:

  1. Na certa então vc nunca sentiu. Pq existe.

    ResponderExcluir
  2. Oxi....como assim sofia nao acredita em quimica???hauahauhua...
    tudo de bom!!!

    ResponderExcluir